REFERÊNCIAS

Nomes de Moro integrarão PF de Dino

Duas das principais diretorias da Polícia Federal, na gestão de Flávio Dino (PSB) à frente da Justiça e Segurança Pública, serão comandadas por nomes que compuseram a equipe de Sérgio Moro (União Brasil), quando titular da pasta.

São eles o ex-superintendente da PF no Rio de Janeiro, Ricardo Saadi, e Rodrigo Morais, que investigou com afinco as circunstâncias do episódio da facada desferida contra o então candidato à presidente em 2018, Jair Bolsonaro (PL).

Saadi deixou o governo após ser alvo de Bolsonaro pelo aumento da produtividade de sua equipe. Pressionado a demiti-lo, Moro pediu para deixar a pasta após brigar com o presidente.

Morais investigou as motivações de Adélio Bispo de Oliveira para o atentado que cometera. Acabou concluindo pela atuação solitária do agressor, sem que houvesse um mandante para tal. Bolsonaro seguiu alimentando a tese de que houve ordem para executá-lo, mesmo sem provas.

Os dois nomeados pelo futuro ministro são reconhecidos na corporação por sua competência e seriedade.

Comentários estão desativados

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: