notas

Rapidinhas da quinta

Casa nova

Edivaldo Holanda Júnior está em busca de novo partido para concorrer à sucessão de Eduardo Raide. O ex-prefeito conversou com lideranças do Podemos, acompanhado da esposa e de porta-vozes comunistas. O Podemos é comandado no Maranhão pelo clã do empresário Dedé Macedo. 

Desforra?

Edivaldo, que saiu da disputa de governador deste ano em quarto lugar, deixou o PSD em novembro, depois de Braide surpreender todos com o anúncio de filiação à legenda de Gilberto Kassab. Curiosamente, Braide chegou ao Palácio de La Ravardière abrigado no Podemos, mas “pulou fora” quando os Macedo se apoderaram da sigla. 

Não é bem assim

Apesar das negociações nacional sobre a formação de uma possível federação entre o Podemos, o Cidadania e o PSDB, ainda não existe qualquer conversa ou entendimento sobre quem comandará o aglomerado das três siglas no estado. A senadora Eliziane Gama lidera o antigo PPS no Maranhão. O esposo Inácio Melo manda no ninho tucano, que abriga o ex-governador José Reinaldo Tavares e os secretários Sebastião Madeira (Casa Civil) e Luís Fernando Silva (Planejamento).  

Tragédia no fundo do mar

O vice-governador Felipe Camarão (PT) espera voltar ao comando da Secretaria Estadual de Educação em fevereiro. O retorno, porém, não é consenso entre os que compõem o núcleo político do Palácio dos Leões. Na avaliação de conselheiros, se isso acontecer, Brandão só poderia demitir o vice em caso de rompimento. 

Marretada

Por estes dias, durante reunião na sede do executivo estadual, o governador fez questão de lembrar que a atuação do deputado federal Márcio Jerry, do PCdoB, foi essencial para a vitória do prefeito Erlânio Xavier (PDT) na disputa contra Fábio Gentil (Republicanos) pela presidência da Federação dos Municípios do Maranhão. 

Silêncio no Rangedor

O presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, Othelino Neto (PCdoB), ainda não se posicionou oficialmente a respeito da reeleição para a presidência da Mesa Diretora da Casa. Na manhã desta quinta-feira (22), o parlamento estadual aprovou o Orçamento de 2023 e diversos outros projetos de interesse do governo. 

Bandeira vermelha

Deputados estaduais eleitos e reeleitos, Carlos Lula (PSB), Rodrigo Lago (PCdoB), Ricardo Rios (PCdoB), Leandro Ney Bello (Podemos) e Júlio Mendonça (PCdoB) ainda não se posicionaram sobre a candidatura da colega Iracema Vale (PSB). 

Precoce

Futuro ministro da Justiça de Lula (PT), Flávio Dino (PSB) considera que é cedo para se posicionar sobre a corrida pelo comando do Palácio Manoel Beckman. Como a eleição só ocorre em fevereiro, o ex-governador e senador eleito considera “precoce” qualquer definição a 40 dias do pleito. 

Mediador

Novo presidente do Tribunal de Contas do Estado, Marcelo Tavares atua intensamente nos bastidores para “acalmar os ânimos” entre dinistas e brandonistas nos conflitos que envolvem a mesa diretora da Assembleia e a formação do secretariado do novo governo.

Comentários estão desativados

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: