Coluna

Bloco de Notas 21/06

Barrado – O vice-governador Felipe Camarão foi barrado na entrada de autoridades do evento em que o presidente Lula participou em São Luís, nesta sexta-feira (21). Bem-humorado, Camarão afirmou que iria ficar no meio do povo mesmo. A confusão teria sido causada pelo cerimonial do Governo Federal. A situação foi logo pacificada e o vice-governador conseguiu ter acesso ao espaço.

Sonho longo – Anunciado com pompa pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o prolongamento da Avenida Litorânea até o Araçagy finalmente encerra a obra proposta há 40 anos pelo então governador Luiz Rocha, que esteve no poder entre 1983 e 1987. O projeto paisagístico original é assinado por Burle Marx. As obras mesmo só começaram na década seguinte, durante o governo de Edison Lobão, que durou de 1991 até 1994.

BRT 2.0? – O prolongamento da Litorânea contará com faixas de trânsito rápido para ônibus nos dois sentidos. A ideia não é inédita e fazia parte da segunda etapa do BRT da Holandeses, que tinha um trecho que passava pela avenida e seguia até a região do atual Trapézio do Calhau. A obra foi iniciada pelo governador Flávio Dino.

A etapa da Litorânea nunca foi iniciada e o que já estava pronto, na Avenida dos Holandeses, foi desfeito quando o vice, Carlos Brandão, assumiu o poder definitivamente.

Na onda – Pré-candidatos a prefeituras estão aproveitando o giro da comitiva presidencial pelo Nordeste. Em Timon, a prefeita e candidata à reeleição, Dinair Veloso, aproveitou para participar de um evento do Ministério das Comunicações, ao lado de Juscelino Filho. O município fica ao lado de Teresina, onde Lula estava com sua equipe na manhã desta sexta-feira (21). Já Gentil Neto, de Caxias, preferiu se deslocar até São Luís para participar da cerimônia na Avenida Litorânea.

Casquinha – Os deputados federais Rubens Pereira Jr. e Duarte Jr. se revezaram na cadeira ocupada pelo governador Carlos Brandão para tirarem fotos com o presidente Lula. A cena foi registrada no momento em que Brandão discursava.

Gafe – Intitulado pela administração estadual como “Maior São João do Mundo”, a festa junina de São Luís passou despercebida pelo presidente Lula, que afirmou desconhecer tal magnitude. Para ele, as festas mais badaladas são em Caruaru (PE) e Campina Grande (PB). A fala aconteceu ao lado do governador Carlos Brandão durante entrevista para a Mirante News.

Influência –  Lula afirmou que a extensão da Litorânea até o Araçagy saiu após um apelo pessoal de José Sarney. A plateia petista aplaudiu o ex-presidente. Lula disse ainda que iria visitar Sarney após o evento de lançamento de obras. A esquerda atribuiu ao clã Sarney as mazelas pelas quais o Maranhão sofre e esse discurso foi a tônica da campanha de 2014, que levou ao poder Flávio Dino e seu então vice, Carlos Brandão.

Para bom entendedor – Carlos Brandão soltou “Na próxima eleição em 2026 nós vamos ganhar, não vamos, Iracema?!”. A fala aconteceu enquanto ele comentava sobre a disputa de qual estado Lula teria mais votos, Maranhão ou Piauí. No entanto, acontece após Lula afirmar que quer um candidato do PT no estado das eleições de 2026. Brandão é do PSB e seu vice, Felipe Camarão é petista.

Promovido – Lula também lembrou de Flávio Dino e disse que ele foi “promovido”. Dino chegou a ser eleito senador, foi chamado pelo presidente para ser ministro da Justiça e Segurança Pública e, posteriormente assumiu uma vaga no Supremo Tribunal Federal (STF).

Chamou – O ministro do Esporte, André Fufuca, disse que o presidente Lula será candidato a reeleição em 2026, pelo menos no que depender da vontade do maranhense. O presidente cogita se lançar a uma nova corrida eleitoral, apesar da idade avançada. Ele terá 81 anos no próximo pleito.

Comentários estão desativados

Os comentários estão desativados.