Negado

Lahesio tenta censurar Ponto e Virgula, mas perde na Justiça Eleitoral

A Justiça Eleitoral indeferiu uma ação do ex-prefeito de São Pedro dos Crentes, Lahesio Bonfim (PSC), que entrou com um pedido de direito de resposta contra a Rádio Difusora FM. 

Lahesio foi criticado durante o Programa Ponto e Vírgula por se apresentar aos eleitores como um candidato “pobre” quando, na verdade, ele é dono de um patrimônio milionário, conforme ele mesmo declarou à Justiça Eleitoral.

Entre os candidatos ao governo do Maranhão, Lahesio é um dos mais abastados financeiramente. No entanto, em seus discursos, gostava de repetir que não tinha condições de arcar com os custos da alimentação da equipe.

Após ser desmascarado, Lahesio entrou na Justiça com um pedido de direito de resposta, mas não obteve êxito.

A juíza Joseane de Jesus Correa Bezerra, em sua decisão, fez questão de deixar claro que as críticas contra Lahesio, além de serem verídicas, estavam amparadas pelo direito à liberdade de expressão.

“Com efeito, as críticas políticas não extrapolam os limites da liberdade de expressão, ainda que ácidas e contundentes, na medida em que fazem parte do jogo democrático e estão albergadas pelo pluralismo de ideias e pensamentos imanente à seara político-eleitoral”, disse a magistrada na sentença. 

Da mesma forma, a juíza também julgou improcedente o pedido de direito de resposta do candidato sobre as críticas que ele sofreu devido ao surto de diarreia no município de São Pedro dos Crentes na época em que ele foi prefeito do município.     

Comentários estão desativados

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: