Vargem Grande

Vargem Grande: pelos dados do Instituto Econométrica, se as eleições fossem hoje, a vitória seria do candidato à reeleição, Carlinhos Barros

Contratado pelo blog Marrapá, o instituto pesquisou 358 eleitores nos dias 14 e 15 de outubro de 2020, com margem de erro estimada em 5% para mais ou para menos e intervalo de confiança de 95%. A pesquisa foi registrada na Justiça Eleitoral, na data de 18/10/2020, sob o número de identificação: MA-03800/2020.

A pesquisa, na modalidade espontânea, considera apenas o cenário oficial, onde se enfrentam o atual prefeito, Carlinhos Barros, o ex-prefeito da cidade, Dr. Miguel e Geraldo. Mantido esse cenário, Carlinhos Barros seria reeleito com 62% das intenções de voto, Miguel teria 28,8% e Geraldo, 3,6%. O percentual de votos nulos seria de 1,4%. Não sabe: 4,2%. Os percentuais dos dois oponentes somados não chegariam a ameaçar a reeleição do candidato Carlinhos Barros.

A percepção de vitória também foi aferida pelo Instituto: independentemente de suas intenções de voto, 72,3% dos pesquisados acreditam na vitória de Carlinhos Barros, 24,3% acreditam na vitória de Miguel e 0,8% na de Geraldo Rodrigues.

Rejeição dos candidatos

O Instituto Econométrica aferiu ainda a rejeição dos candidatos junto ao eleitorado. Dr. Miguel teve a maior rejeição dentre os três candidatos, 42,7%. Carlinhos Barros, 26% e Geraldo Rodrigues, 24,6%.

Desta forma, em Vargem Grande, com o maior índice de intenção de voto, baixíssimos níveis de rejeição e significativa aprovação de sua gestão, segundo a Econométrica, Carlinhos Barros seria reconduzido ao cargo de prefeito em 2021, se as eleições fossem hoje.

Comentários estão desativados

Os comentários estão desativados.