Retaliações

Após declarar apoio a Weverton, prefeito é retaliado em Pio XII

O prefeito de Pio XII, Aurélio Sousa, começou a sofrer uma série de retaliações vindas do Palácio dos Leões após declarar apoio à pré-candidatura de Weverton Rocha ao governo.

Serviços de pavimentação asfáltica seriam realizados no povoado Cordeiro pelo governo do estado, mas, misteriosamente, todo o maquinário que estava prestes a iniciar os trabalhos na localidade foi retirado sem mais explicações. 

Além disso, foi recentemente inaugurado o restaurante popular na cidade, mas ficou sob a responsabilidade do ex-prefeito da cidade, Paulo Veloso, aliado Carlos Brandão e adversário do atual gestor da cidade, a indicações dos funcionários para atuar no restaurante.

Ha algumas semanas, Aurélio Sousa ajudava Carlos Brandão a levantar cestas básicas como troféus e entregá-las à população. Mas foi só o prefeito revelar a sua preferência política que todo o apoio palaciano desapareceu. 

Deixe um comentário