pesquisas

Nem o Palácio dos Leões acredita no ex-Ibope

O Ipec, ex Ibope, é piada no Maranhão.

Contratada pela governista Mirante, a pesquisa é motivo de chacota dentro e fora do Palácio dos Leões.

No QG comuno-socialista, a maioria prefere acreditar no que Flávio Dino e Márcio Jerry diziam a respeito do instituto que nunca acertou uma eleição estadual.

Aliados de Brandão até desconfiam da liderança do candidato à reeleição pelo PSB, mas afirmam que ele está a no máximo cinco pontos percentuais à frente do segundo colocado, Weverton Rocha (PDT)

Na pesquisa comprada e paga pela emissora dos Sarney, Brandão teria 41%, seguido por Weverton, com 20%, e Lahésio, que teria 16%.

Edivaldo Holanda Junior, ex-prefeito de São Luís, perdeu sete pontos entre uma pesquisa e outra, e estaria com 7%.

Em 2016, Flávio Dino dizia ter experiência no Ibope e sentenciava: “Em 2008, me deram 25%. Tive 30%. 2014, me deram 42%. Tive 63%. Reta final muda muito…”

O Ibope até mudou o nome para Ipec, contudo as práticas continuam as mesmas.

Deixe um comentário