propina na seduc

Veja, na íntegra, o depoimento de Beto Castro à Polícia Civil do Maranhão

O Marrapá publica, na íntegra, o depoimento prestado pelo vereador Beto Castro em 20 de agosto à Policia Civil do Maranhão, um dia depois do assassinato de João Bosco na entrada do Edifício Tech Office, em São Luís. 

Nele, o político do Bairro de Fátima confirma que esteve com o sobrinho secretário do governador-tampão Carlos Brandão, a vítima e o executor Gilbson Cutrim na cena do crime. 

Na versão de Beto, Daniel Itapary Brandão teria saído da mesa no momento em que Bosco e Gilbson começam a discutir por causa de uma suposta dívida. 

Ocorre que as imagens obtidas, com exclusividade, por um consórcio de veículos de comunicação do estado mostram o secretário de governo afastando-se da cena do crime para cumprimentar o ex-defensor geral do Maranhão, Alberto Bastos. 

Veja a versão de Beto Castro:

Deixe um comentário