Isolado, Ricardo Murad fica sem apoio para liderar oposição

ricardo muradDepois de ser oposição ao grupo político liderado pelo senador José Sarney, na década de 90, tendo iniciado a carreira dentro deste grupo e retornado em 2003, sempre mantendo como base política a cidade de Coroatá, o deputado estadual e ex-secretário de Saúde Ricardo Murad tenta reagrupar os políticos do grupo derrotado nas eleições de 2014 sob suas asas e construir, a partir da Assembleia Legislativa, um grupo de oposição ao governo Flávio Dino. No entanto, a maneira de lidar com os aliados em estilo que lhe rendeu a denominação de ‘trator’ faz com que a tentativa de se tornar o líder da oposição a Flávio Dino não consiga encontrar apoio entre os correligionários.

A avaliação, unânime e coerente, é tanto de aliados como de adversários de Ricardo Murad.

Desde a volta de Roseana Sarney ao governo do Estado, em 2009, por conta da cassação do mandato do governador Jackson Lago (PDT), Ricardo Murad, que na década de 90 era adversário ferrenho da ex-governadora, tornou-se o homem forte do Palácio dos Leões e ficou responsável pelo comando de uma das mais importantes secretarias.

Nos últimos cinco anos o programa “Saúde é Vida” se tornou a ‘menina dos olhos’ do governo do Estado. Voltado para a construção de dezenas de hospitais, cujos locais eram definidos mais por critérios políticos do que técnicos, o programa virou até mote de campanha de Ricardo Murad, em 2010, cujo slogan usado para pedir votos foi “Mais hospitais para o povo”.

Porém, as previsões de construção dos hospitais não foram cumpridas e a promessa de que até 2013 todos estariam entregues, inclusive com divulgação em outdoor, acabou ficando somente no discurso.

Praticamente todos os que foram construídos se tornaram ‘elefantes brancos’, pois as prefeituras das pequenas cidades, onde estão localizados, não têm condições de manter essas unidades de saúde, e tal situação provocou desgaste do governo do Estado, inclusive com os prefeitos.

Na relação com a classe política, a postura adotada por Murad, que conseguiu eleger a filha e o genro deputados estaduais, provocou atritos que se tornaram insuperáveis. E agora, nos primeiros dias do governo Flávio Dino, a tentativa do ex-secretário de Saúde de comandar a oposição ao atual governo não encontra respaldo dentro do próprio PMDB. As principais lideranças da legenda, como o deputado estadual Roberto Costa e o senador João Alberto, rechaçaram qualquer possibilidade do partido lançar candidatura para enfrentar Humberto Coutinho na disputa pela presidência da Assembleia Legislativa.

A opção do PMDB é construir espaços para ganhar cargos na Mesa Diretora da Casa, medida apoiada, inclusive, pelo senador suplente Edinho Lobão, que já se manifestou contrário à proposta defendida por Ricardo Murad.

Continue lendo no blog do Jorge Vieira…

Enquanto isso na disputa pela presidência da Assembleia…

andrea murad

Humberto Coutinho recebe o apoio de 40 deputados

unnamed (1)

Ao reunir 40 deputados (31 presentes e nove que justificaram ausência, mas ratificaram apoio) na noite deste sábado, em jantar na sua residência, o deputado eleito Humberto Coutinho (PDT) praticamente se tornou o virtual presidente da Assembleia Legislativa no biênio 2015/2016.

Estiveram presentes no jantar oferecido pela deputada Cleide Coutinho (PSB) e pelo deputado eleito Humberto Coutinho, os deputados Ricardo Rios (PEN), Levi Pontes (SDD), Stenio Resende (PRTB), Rigo Teles (PV), Antônio Pereira (DEM), Glalbert  Cutrim (PRB), Cabo Campos (PP), Rogério Cafeteira (PSC), Graça Paz (PSL), Marco Aurélio (PCdoB), Vinicius Louro (PR), Roberto Costa (PMDB), Valéria Macedo (PDT), Ana do Gás (PRB), Júnior Verde (PV), Alexandre Almeida (PTN), Neto Evangelista (PSDB), Fábio Macedo (PDT), Carlinhos Florêncio (PHS), Othelino Neto (PCdoB), Bira do Pindaré (PSB), Wellington do Curso (PPS), Edilásio (PV), Fábio Braga (PTdoB), Zé Inácio (PT), Eduardo Braide (PMN), Hemetério Weba (PV), Edvaldo Holanda (PTC), além do próprio candidato a presidente Humberto Coutinho.

Mandaram mensagens de apoio e justificaram sua ausência os deputados Edson Araújo (PSL), Francisca Primo (PT), César Pires (DEM), Max Barros (PMDB), Josimar do Maranhãozinho (PR), Paulo Neto (PSDC), Nina Melo (PMDB), Adriano Sarney (PV) e Raimundo Cutrim (PCdoB), totalizando 40 deputados entre eleitos e reeleitos para a próxima legislatura.

Também estiveram no jantar dos Coutinhos, o deputado estadual e secretário-chefe da Casa Civil Marcelo Tavares, os deputados estaduais Raimundo Louro (PR) e o federal eleito Rubens Júnior (PCdoB), A prefeita de Matões Sueli Pereira (PSTU) e o prefeito de Santo Antônio dos Lopes Eunélio Mendonça (PMDB).

No discurso aos presentes, Humberto Coutinho agradeceu o maciço apoio que vem recebendo e disse que não decepcionará nenhum dos seus eleitores. Representando as lideranças dos blocos, falaram o líder da oposição Roberto Costa, o líder dos recém chegados Glalbert Cutrim, o líder do governo Rogério Cafeteira, o líder dos pequenos partidos Alexandre Almeida e o líder do blocão Eduardo Braide.

Todos foram unânimes em afirmar que o sucesso da candidatura Humberto Coutinho derivou de sua credibilidade em cumprir acordos e a capacidade de ouvir e aglutinar interesses.

Imagem do dia: Humberto Coutinho reúne 31 apoiadores neste sábado (24)

unnamed

O deputado estadual eleito Humberto Coutinho (PDT) se reuniu com 31 parlamentares, há pouco, em sua residência, para definir os últimos acertos da eleição para a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Maranhão.

Os apoiadores que não puderam comparecer justificaram as faltas.

Com o apoio do governador Flávio Dino (PCdoB) e de pelo menos 40 deputados estaduais, o ex-prefeito de Caxias deverá ser aclamado o próximo presidente do legislativo na eleição marcada para o dia 2 de fevereiro.

Em 2014, São Luís tornou-se a 10ª cidade mais violenta do mundo

roseana sarney

Roseana Sarney renunciou ao mandato com São Luís entre as dez cidades com maior número de homicídios.

A ex-governadora Roseana Sarney (PMDB) assumiu o compromisso de que todos os maranhenses dormiriam de portas abertas ao final do seu último mandato. Em 2014, contudo, São Luís passou a figurar entre as dez cidades mais violentas do mundo.

De acordo com a ONG mexicana Conselho Cidadão para a Segurança Pública e Justiça Penal, a capital do Maranhão ocupa atualmente a 10ª posição no ranking da violência mundial (veja completo aqui). Uma das mais perigosas do Brasil, atrás apenas de João Pessoa (PB), Maceió (AL) e Fortaleza (CE).

Nos quatro anos da filha de José Sarney à frente do Palácio dos Leões, a “Ilha do Amor” avançou dezessete posições na escalada da violência, subindo da 27ª para a 10ª colocação. Apresentou a taxa de 64,71 homicídios para cada 100 mil habitantes no último ano.

A cidade mais violenta do mundo continua sendo San Pedro Sula, em Honduras, com uma taxa de homicídios de 171,20 para cada 100.000 habitantes. Caracas, a capital da Venezuela, é a segunda do ranking.

O Brasil, segundo a ONG, está entre os países com maiores problemas de violência. É, também, o país com o maior número de municípios entre os violentos. São 19 capitais brasileiras, incluindo Aracaju (SE), Belém (PA), Curitiba (PR), Macapá (AP), Porto Alegre (RS) e Teresina (PI).

Maranhão acabará com terceirizações em seus presídios

Penitenciario-de-Pedrinhas-Maranhao-02-size-598O novo governador do Maranhão, Flávio Dino, enviou uma Medida Provisória para a Assembleia de lá acabando com as terceirizações no sistema penitenciário do estado.

Um estudo da Secretaria de Administração Penitenciária aponta que a contratação direta de funcionários permitirá aos cofres estaduais uma economia anual de R$ 22 milhões.

Os contratos, que acabaram em 2014, geraram o pagamento anual de R$ 33 milhões com as empresas Atlântica, VTI e Civiliza, para contratação de agentes e vigilantes penitenciários.

Ancelmo Gois (O Globo)

Reforma na Embratur foi inciada na gestão Flávio Dino

Blog do Clodoaldo Corrêa

Reforma da Embratur iniciada por Flávio tem continuidade com Vicente Neto.

Reforma da Embratur iniciada por Flávio tem continuidade com Vicente Neto.

Como sempre, Ricardo Murad tenta distorcer os fatos e confundir a opinião pública. Em um texto raivoso, republicado em blogs, Murad diz que “o ministro do Turismo mostra incompetência de Flávio Dino”, porque a Embratur está “enferrujada” e precisa ser reformada. Para o ex-secretário de saúde, a fala seria referência “à péssima gestão de Dino na instituição.

O ex-secretário parece não ter lido toda a matéria do Diário do poder e nem se aprofundado mais sobre o que é discutido no país neste momento. A “ferrugem” e a reforma que deve ser feita dizem respeito à característica jurídica da Embratur. O ministro Vinícius Lages quer que ela deixe de ser autarquia para se transformar em agência nos moldes da Atout France ou Visit Britain, por exemplo. A instituição foi criada em 1966 como empresa pública. Depois foi transformada em autarquia e vinculada ao Ministério do Turismo, criado em 2003. É esta a ferrugem que deve ser modificada em projeto que deve passar pelo Congresso Nacional sem nenhuma relação com a gestão de Dino. Isso aumentaria a integração do planejamento turístico com outras plataformas de negócios.

Inclusive, o novo presidente da Embratur, Vicente Neto, indicado por Flávio, está dando continuidade ao projeto iniciado pelo hoje governador do Maranhão. Uma proposta já foi colocada em consulta pública no final de 2013 (quando Flávio presidia a entidade) e debatida na Comissão de Turismo do Senado; em evento da Abav (Associação Brasileira de Agências de Viagem) em São Paulo; e na reunião do Conselho Nacional do Turismo (CNC) do final do ano passado.

Coordenando a Embratur por 3 anos, Flávio Dino deixou marcas positivas em sua gestão. Recordes históricos tanto no número de turistas estrangeiros que vieram ao Brasil quanto nos gastos dos turistas no país. Entre suas últimas medidas anunciou o lançamento de uma nova plataforma digital para promover o destino. O “Brasil Home” cujo objetivo é demonstrar ao estrangeiro todas as experiências que ele pode viver ao visitar o país.

Em 2013, o Brasil ultrapassou a marca de 6 milhões de turistas. Esses turistas injetaram, no mesmo ano, mais de 6,7 bilhões de dólares na economia do país. O resultado foi 3% maior que o ano anterior e representou ganhos diretos ao setor, como a manutenção de mais de 10 milhões de empregos na área.

Parceria entre Dino e Holandinha só faz bem a São Luís

edivaldo holanda junior

Edivaldo acompanha as intervenções realizadas no Centro Histórico de São Luís.

O prefeito Edivaldo esteve no final da tarde desta sexta-feira (23) visitando o Centro Histórico de São Luís para conferir as melhorias que já foram feitas no local, resultado da parceria entre Prefeitura e o governo do Estado.

As primeiras ações de revitalização da área foram iniciadas este mês e incluem limpeza e lavagem das ruas e escadarias, varrição e coleta, manutenção da iluminação pública, poda de árvores, restauração do calçamento e reforço na segurança.

“A população já sentiu uma melhora significativa ao longo desses quase trinta dias de 2015, que começa com muitas ações para melhorar a infraestrutura da cidade e a vida da população”, afirma o prefeito.

Entre as intervenções previstas para a próxima etapa estão a instalação de lixeiras subterrâneas, a reforma dos banheiros do Mercado das Tulhas e a implantação de uma base da Polícia Militar na Praça Nauro Machado, que também será utilizada pelo Batalhão de Policiamento Turístico.

Laudo dos Bombeiros aponta risco de desabamento em áreas do museu Sarney

NaelReis_ReuniaoConventoDasMerces-3Laudo do Corpo de Bombeiros do Maranhão relata risco de incêndio e desabamento de partes do prédio do Convento das Mercês, onde funciona a Fundação da Memória Republicana Brasileira, que abriga o acervo do ex-presidente José Sarney (PMDB). O Corpo de Bombeiros concede prazo de 30 dias para a nova administração da fundação promover melhorias estruturais para evitar problemas.

Os bombeiros relatam que na vistoria feita na segunda-feira, 19, foram identificadas fissuras nas paredes do prédio e falta de um plano para evitar incêndio. O laudo é assinado pelo vistoriador Wellington Nadson Furtado Durans. Entre as melhorias solicitadas estão: apresentar plano de ação de emergência, adequar saída de emergência; apresentar laudo estrutural de toda a edificação e instalar iluminação de emergência.

O Convento das Mercês ficou fechado até quinta-feira, 22, quando foi reaberto à visitação de exposições; Já o acervo do ex-presidente está com sua exposição fechada por tempo indeterminado.

As informações são do Estadão.

Rapidinhas do sábado

trinchao ministerio

(Alterado às 10h para acréscimo de informações)

Peregrinação

Depois de superar o caos administrativo deixado pela antecessora, o governador Flávio Dino (PCdoB) foi recepcionado com entusiasmo pelos ministros e assessores da presidente Dilma Rousseff (PT), durante a sua visita à Esplanada do Ministérios em busca de parcerias e investimentos para o crescimento do Maranhão.

Prestígio

Dino foi recebido em audiências com os ministros das Cidades, Ciência e Tecnologia, Desenvolvimento Agrário, Desenvolvimento Social e Agricultura, onde foram discutidos projetos nas áreas de educação, habitação rural e urbana, saneamento básico, mobilidade urbana e agricultura familiar, além da renovação de convênios não executados que retornaram ao Governo Federal.

Papagaio de pirata

Na audiência com Flávio Dino, o candidato a deputado federal derrotado, Cláudio Trinchão (PSD), não desgrudou nem um minuto do ministro das Cidades Gilberto Kassab. Disparou até release à imprensa, onde afirma que recebeu o governador para discutir sobre projetos em favor do estado. Então tá!

20150110_112942Rugido

Leões do principal palácio da Praça Pedro II não veem com bons olhos a escolha de Rogério Cafeteira (PSC) para representar o governo na Assembleia Legislativa. Uma crise que deverá ser contornada.

Caiu de maduro

O deputado federal Sarney Filho (PV) não compreendeu o novo momento da política maranhense. O serelepe irmão da ex-governadora Roseana Sarney (PMDB) tem disparado telefonemas para os colegas de Congresso Nacional e “exigido” a permanência no cargo de coordenador da bancada federal em Brasília.

Pororoca

Em meio à polêmica sobre o uso eleitoreiro do seguro-defeso no Maranhão, surgem especulações de um suposto vídeo em que um secretário do novo governo aparece distribuindo o benefício a pescadores em troca de votos. Vai dar trabalho!

Fora de área

Somente na primeira semana deste ano, agentes penitenciários apreenderam cerca de 30 celulares nas celas do Complexo de Pedrinhas. As informações são do novo secretário de Justiça e Administração Penitenciária.

cesarpiresRecordar é viver

Não é de hoje que o deputado estadual César Pires (DEM) promete trilhar os caminhos do alemão Karl Marx. Em 2012, o parlamentar já ameaçava se filiar ao PCdoB, caso não fosse o escolhido para liderar o governo Roseana na Assembleia.

Babilônia em Chamas

Continua a crise na Secretaria de Cultura do Maranhão. A deputada Eliziane Gama (PPS) quer porque quer a substituição de Ester Marques. A “competente” secretária, por sua vez, se recusa a atender as indicações da irmã ambiciosa para postos estratégicos da pasta, preferindo trabalhar com o quadro técnico das gestões de Luís Bulcão e Olga Simão.

Empreendedora

Dez mil reais é a bagatela mensal que a radialista Helena Leite terá que desembolsar para continuar no ar na rádio Difusora AM.