Anticomunista de carteirinha, diretora adjunta da Assembleia resolve “afagar” Flávio Dino após as eleições

unnamed (1)A ainda diretora adjunta de Comunicação da  Assembleia Legislativa, jornalista Jackeline Heluy, ligada aos sarnopetistas, uma das maiores defensoras do grupo Sarney e eleitora de Edinho Lobão (PMDB), após a derrocada da oligarquia, agora resolveu usar o Twitter para elogiar com afagos e tentar chamar a atenção do governador eleito, Flávio Dino, por meio das redes sociais.

Jackeline resolveu elogiar uma estratégia de comunicação já utilizada há bastante tempo por Flávio Dino que é de usar as redes sociais para comunicar coisas importantes em primeira mão. Diz que o governador “dá o tom de como será sua comunicação” com o anúncio do secretariado pelas modernas ferramentas (Veja oprint). “Show de bola!”, fecha Jackeline conhecida no Facebook por aquele famoso episódio das gaivotas, onde atacou de forma direta e agressiva os comunistas e o grupo que pleiteava a mudança no Maranhão.

Quer dizer que, agora que Flávio Dino é governador eleito, ele não é mais visto pela jornalista como um “inimigo do Maranhão”? O que ele diz já é show de bola? O comportamento parece ser semelhante ao que já vem sendo adotado entre os sarnopetistas que tentam, de forma oportunista, passarem para o lado do governador, após o resultado das urnas.

Só para lembrar, durante o período eleitoral, Jackeline agiu de forma política na cobertura das sessões diárias no parlamento. Temas importantes foram abafados para não atingir e proteger o grupo Sarney e aliados do presidente Arnaldo Melo (PMDB),  que foi candidato a vice – governador na chapa de Lobão Filho ( PMDB).

O mesmo direcionamento do site, porém com muito mais rigor, foi adotado também nas redes sociais pela Diretoria de Comunicação,  leia – se Dulce Brito e Jackeline Heluy.

Humberto Coutinho está livre do câncer

Coutinho está livre do Câncer.

Coutinho constatou em exame que está livre das células cancerígenas.

O deputado estadual eleito, Humberto Coutinho (PDT), recebeu uma excelente notícia da equipe médica que o acompanha desde o início do tratamento câncer no intestino grosso, detectado em novembro de 2013: está livre de células malignas no seu organismo.

A notícia foi dada a ele após a realização do mais moderno exame para detecção de células cancerosas no organismo, realizado no Hospital Sírio Libanês.

Coutinho foi submetido a esse exame após o término das sessões de quimioterapia, que começaram no final do ano passado. Com o resultado negativo de qualquer vestígio de malignidade no seu organismo, o deputado eleito pode comemorar o sucesso do longo e doloroso tratamento contra a doença. Neste período ele enfrentou 59 dias de UTI e quatro meses de internação no hospital.

Disposto e vigoroso, mesmo em tratamento e tendo sessões de quimioterapia, enfrentou a campanha eleitoral, conseguindo se eleger com mais de 67 mil votos, consagrando-se como o candidato a deputado estadual mais votado da oposição em 2014.

Transição: “Documentos esclarecem pouco sobre o Estado”, diz Marcelo Tavares

As informações enviadas à Equipe de Transição de Flávio Dino não corresponderam às expectativas. Esta foi a avaliação do deputado Marcelo Tavares – coordenador da Equipe de Transição de Flávio Dino e próximo chefe da Casa Civil do Maranhão.

marcelos tavares1Após mais de 15 dias de espera desde o primeiro encontro entre a equipe de Flávio Dino e a representante do governo Roseana Sarney, Anna Graziella, os membros do atual governo enviaram a Marcelo Tavares os documentos solicitados em ofício entregue pelo deputado no dia 14 de outubro.

Para planejar os primeiros dias do próximo governo e evitar imprevistos administrativos, a Equipe de Transição designada por Flávio Dino requereu a Anna Graziella uma série de documentos que têm por objetivo fazer uma transição republicana e ordenada entre o atual e o próximo governo.

No entanto, somente nove de um total de 32 solicitações foram entregues na manhã desta quinta a Marcelo Tavares pela equipe de Roseana Sarney. O deputado afirmou em entrevista que o material era insuficiente e a maior parte dele está disponível publicamente.

“Esses documentos são de acesso público e nós já o tínhamos nos nossos trabalhos. Continuamos aguardando que o atual governo colabore com um trabalho que beneficiará a todo o povo do Maranhão”, disse. Para ele, é hora de dispensar as opções políticas e fazer com que as equipes trabalhem de forma colaborativa.

Dados importantes como a folha de pagamento do Estado, a execução orçamentária atual, informações sobre contratos, convênios, precatórios, demonstrativo de obras e as ações prioritárias de cada pasta não foram repassados à equipe do próximo governo.

Birá do Pindaré será secretário de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior

bira do pindaré

Há pouco, via Facebook, Flávio Dino (PCdoB) anunciou mais um nome de sua equipe de governo. Será o deputado estadual Bira do Pindaré (PSB), que ocupará a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Estado do Maranhão.

O suplente Fernando Furtado (PCdoB) assumirá a vaga dele na Assembleia Legislativa do Maranhão.

Roseana Sarney disse a coordenador de Aécio que iria “cruzar os braços” para Dilma

aecio-neves-e-roseana

Para favorecer Aécio Neves no 2º turno, Roseana Sarney teria prometido cruzar os braços para a campanha de Dilma no MA.

 A governadora Roseana Sarney (PMDB) deu garantias ao comando de campanha de Aécio Neves de que “cruzaria os braços” no segundo turno presidencial. Foi logo depois da virada de Aécio sobre Dilma no início do segundo turno. O caso motivou uma ligação do democrata Agripino Maia a membros da direção tucana no Maranhão com recomendações para não atacar Roseana Sarney.

A Agripino, Roseana teria dito que com ela fora da campanha de Dilma haveria mais espaço para crescimento da candidatura de Aécio. “Ela jogou de olho na possibilidade de Aécio vencer”, confirma um membro da cúpula tucana.

De fato, Roseana Sarney só fez um evento para Dilma, a pedido do ministro Ricardo Berzoine, que esteve presente. A campanha no estado foi feita pelos militantes de movimentos sociais e pelos apoiadores do governador eleito Flávio Dino (PCdoB), sobretudo do PT, PDT, PCdoB, PTC e PP.

O voto de Sarney em Aécio, revelado em vídeo anteontem, confirma a aproximação com os tucanos e fez com que lideranças do PT se manifestassem em off indignadas com a traição do oligarca.

Como faz há 50 anos, Sarney armou o bote para conversar com quem ganhasse. O que ele não esperava era o vídeo revelando o voto e agora a confirmação de democratas e tucanas que Roseana flertou com Aécio Neves.

Dino remarca viagem para Imperatriz

DSC_1575

Flávio Dino (PCdoB) remarcou para essa sexta-feira (31) a visita ao município de Imperatriz. A viagem estava prevista para hoje, quinta-feira (30), mas teve que ser adiada em virtude de problemas com o voo da TAM.

Dino, que saiu das urnas com quase 85% dos votos na cidade, irá agradecer pela expressiva votação recebida dos imperatrizenses. O governador eleito também quer se reunir com lideranças políticas, comunitárias, religiosas e da sociedade civil para reafirmar compromissos com a Região Tocantina.

Saiba quem ganhou a eleição na Penitenciária de Pedrinhas

DIÓGENES CAMPANHA, DE SÃO PAULO

A 176ª seção da 90ª Zona Eleitoral do Maranhão, em São Luís, teve, provavelmente, o maior índice de abstenção do país: 97,9%. Instalada no temido complexo penitenciário de Pedrinhas, a seção deveria ter recebido 48 detentos, mas só um apareceu para votar no último domingo (26).

pedrinhas1O motivo foi a concorrência com o dia de visitas no presídio: presos consideraram a operação para levá-los das celas até a sala de votação “muito demorada” e preferiram continuar com as visitas.

“Eles não quiseram sair [das celas]. Disseram que passariam muito tempo longe e preferiram ficar com as famílias”, conta Ariston Apoliano, coordenador-executivo da Unidade de Monitoramento Carcerário do Tribunal de Justiça maranhense, que participou da organização do pleito.

Palco de rebeliões, fugas, guerra entre facções criminosas e 78 mortes desde o início de 2013, Pedrinhas exigiu uma logística complexa para a votação. Por questão de segurança, presos do PCM (Primeiro Comando do Maranhão) e do Bonde dos 40, grupos rivais que atuam no presídio, não puderam votar juntos.

O plano era levar separadamente os integrantes de cada facção até a única urna, montada na CCPJ (Central de Custódia de Presos de Justiça), uma das oito unidades do complexo penitenciário.

O processo de triagem ainda iria dividi-los de acordo com o grau de periculosidade. O transporte de ida e volta entre a CCPJ e as outras prisões de Pedrinhas seria feito em carros com escolta. A rodovia BR-135 passa entre as unidades do complexo.

Segundo Apoliano, os detentos já haviam reclamado do processo no primeiro turno, quando também era dia de visita e apenas 12 dos 48 presos provisórios – como são chamados os que aguardam julgamento– foram votar.

Na segunda etapa, o boicote foi quase unânime. “A gente fez nossa parte e botou uma seção lá para garantir o direto deles. É uma pena que não teve o número que esperávamos”, diz o coordenador.

A urna eletrônica, no entanto, não ficou totalmente ociosa. Policiais da Força Nacional de Segurança que atuam em Pedrinhas e estavam fora de seus domicílios aproveitaram para fazer a justificativa eleitoral na seção da CCPJ.

No Brasil, apenas os presos provisórios, que ainda não foram julgados, têm direito a voto. Detentos condenados não podem votar no país.

VOTO ISOLADO

O único detento que aceitou sair da cela para votar no domingo escolheu Dilma Rousseff (PT) para presidente.

A petista já havia vencido o primeiro turno em Pedrinhas, com seis votos no dia 5 de outubro. Na ocasião, três detentos escolheram Marina Silva (PSB) e nenhum votou em Aécio Neves (PSDB), que perdeu até para os brancos (dois) e nulos (um).

Aliados de Murad saqueiam móveis de órgãos do estado em Coroatá

Coroatá de Verdade, com edição

coroataNa manhã desta quinta-feira, 30, um caminhão foi estacionado em frente ao prédio Viva Cidadão de Coroatá e também um escritório fictício da Unidade Regional de Saúde dos Cocais. Aos olhos de todos os transeuntes e em plena luz do dia, o caminhão foi carregado com mobília que foi levada para um destino desconhecido pela reportagem.

Segundo informações confiáveis, o Viva Cidadão deverá ser fechado antes mesmo do final deste, pois o prédio, de propriedade de um dos aliados de Ricardo Murad, encontra-se com o contrato vencido desde o último dia 19.

Assim como o Viva, há relatos que equipamentos médicos também teriam sido transportados recentemente do Hospital Macrorregional para o prédio em reforma perene, onde um dia poderá voltar a funcionar o extinto Hospital Geral do Município – HGM.

Perito mais famoso do país confirma que Sarney traiu Dilma Rousseff

Por Anderson PassosiG São Paulo

Perito comparou frames e disse que ampliação e momento do voto são o mesmo vídeo; político se defendeu dizendo ser montagem.

Perito comparou frames e disse que ampliação e momento do voto são o mesmo vídeo; político se defendeu dizendo ser montagem.

Embora o ex-presidente José Sarney (PMDB-AP) tenha negado com todas as letras – inclusive em nota oficial – que votou no tucano Aécio Neves (PSDB) no segundo turno das eleições presidenciais, o perito Ricardo Molina, a pedido do iG, confirmou que as imagens que mostram a votação não sofreram trucagens e são autênticas.

Molina dividiu a análise em três fases. Na primeira, comparando o vídeo de corpo inteiro com um recorte mais fechado na urna eletrônica (veja reprodução abaixo), ele observa que “trata-se da mesma filmagem, ou seja, a ampliação, na qual não há dúvidas de que o voto é 45, foi processada a partir do mesmo vídeo.

A seguir, na imagem ao lado, o perito mostra, a partir do vídeo original, uma sequência de frames que mostram o voto de Sarney no 45. “Não é possível discernir os números, mas é possível verificar que o dedo está na altura do 45 e que a gravação é a mesma da ampliação”, atesta o perito.

Sequência de frames no voto: ‘É possível verificar que o dedo está na altura do 45 e que a gravação é a mesma da ampliação’

Sequência de frames no voto: ‘É possível verificar que o dedo está na altura do 45 e que a gravação é a mesma da ampliação’

Quando o vídeo é exibido em câmera lenta, para o perito fica claro que é o voto é no 45; observe-se que logo depois aparece quadro com Aécio e Aloysio e texto “FIM”, mostrando que é o voto para presidente”, conclui.

Questionado sobre a possível manipulação, Ricardo Molina descarta a tese. “Uma montagem com manutenção de tantos detalhes seria praticamente impossível. Minha opinião é que é autêntica”.

Para ele, só o vídeo original poderia dirimir definitivamente qualquer dúvida, já que a resolução, quando o vídeo é veiculado no Youtube, perde qualidade. “É evidente que há uma gravação que derrubaria qualquer dúvida (a gravação do cinegrafista), mas já foi inclusive tirada do ar. A TV Amapá chegou a veicular, mas tirou”, explicou.

Governador eleito anuncia mais dois secretários

FullSizeRender

O próximo secretário de Saúde do estado foi anunciado hoje (30) por Flávio Dino (PCdoB), através das redes sociais. O médico Marcos Pacheco comandará a organização das políticas de saúde no Maranhão a partir do dia 1º de janeiro.

Com o objetivo de programar os compromissos assumidos pelo Programa de Governo apresentado por Flávio Dino à população maranhense, Marcos Pacheco fará parte da equipe da próxima administração. Entre as principais metas estão a humanização do atendimento, a consolidação das redes assistenciais, Urgência e Emergência e a implementação do programa Mais Médicos Estadual.

Mais cedo, o governador eleito também anunciou o nome do professor Chico Gonçalves para a pasta de Direitos Humanos e Participação Popular, que será uma das mais importantes do novo governo.

A secretária será responsável por conduzir as políticas sociais para melhoria do Índice de Desenvolvimento Humano, a implantação do orçamento participativo e da atuação dos conselhos nas ações do Poder Executivo.