Jornalista da Mirante será investigado pela Polícia Federal por boatos contra Dino

foto

O jornalista Adailton Borba, ex-apresentador do Mirante Notícias, foi denunciado na manhã desta quinta-feira à Polícia Federal, acusado de criar e divulgar mentiras contra a candidatura de Flávio Dino (PCdoB) ao Governo do Maranhão.

Atual superintendente da Secretaria Estadual de Direitos Humanos, Assistência Social e Cidadania do governo Roseana Sarney (PMDB), Adailton publicou em um grupo fechado de WhatsApp, composto exclusivamente por jornalistas da TV Mirante, que o candidato da oposição a governador desistiria da disputa eleitoral, temendo ser o alvo de uma operação da Polícia Federal, denominada Independência, que atingiria os municípios administrados por aliados do comunista. 

O boato se espalhou como rastilho de pólvora nas redes sociais, levando a coligação “Todos pelo Maranhão” a se pronunciar e exigir da Polícia Federal uma investigação rigorosa sobre o caso.

Caso se confirme a autoria, Adailton Borba responderá pelo crime previsto no Código Eleitoral, no artigo 323. “Divulgar, na propaganda, fatos que sabe inverídicos, em relação a partidos ou candidatos e capazes de exercerem influência perante o eleitorado”. A pena prevista na lei é de prisão de 2 meses a 1 ano.

Para Márcio Jerry, representante legal da coligação oposicionista, a prática de plantar boatos e factoides só acusa o desespero do grupo encabeçado por Edinho Lobão (PMDB), devendo ser coibida com rigor pela Justiça Eleitoral.  

“O PCdoB e todos os partidos que compõem a coligação “Todos pelo Maranhão” acreditam no trabalho da Polícia Federal e da Procuradoria Regional Eleitoral para investigar, apurar e elucidar a origem de boatos espalhados de forma criminosa, com o único intuito de confundir a opinião pública e com isso tentar reverter a desvantagem eleitoral em que o candidato Edinho Lobão se encontra”, enfatizou. 

A força eleitoral de Humberto Coutinho

humberto-coutinho-550x309 (1)

Raimundo Garrone

Muitas pessoas ainda não compreendem a razão do ex-prefeito de Caxias, Humberto Coutinho, ter tanta força eleitoral e por consequência política.

Agora mesmo na cidade de Caxias, o prefeito Léo Coutinho está inaugurando diversas obras como postos de saúde, Creches, sistema de abastecimento de água, escolas, campos de futebol e ginásio de esportes, 73 km de canalização de água e um maravilhoso balneário público graças a projetos e recursos conseguidos pelo tio, quando era prefeito.

Quando era prefeito, a dupla Humberto Coutinho – prefeito, e Flávio Dino – Deputado Federal, conseguiu junto ao governo federal recursos para construção de oito mil casas, dezenas de praças esportivas, centenas de quilômetros de asfalto entre centenas de outras realizações que assegurou ao candidato a deputado estadual pelo PDT uma das mais vistosas administrações do interior maranhense.Outra característica que adversários e aliados reconhecem em Coutinho é sua capacidade de honrar compromissos. Todo e qualquer compromisso que faz, seja financeiro ou político, Humberto cumpre.

Vem daí o prestígio, a força e a liderança política de Humberto Coutinho. Realização, aprovação popular, compromisso e seriedade. Coisas raras no mundo da política.

Proprietária acusa campanha de Edinho Lobão de invadir imóvel para montar comitê

Edinho Lobão pode ser despejado do próprio comitê. Dona do imóvel diz que local foi invadido pela campanha.

Jornal Pequeno

A aposentada Lenita Lago Bello, proprietária do imóvel onde funciona o principal comitê do candidato a governador do Maranhão, Lobão Filho, no Parque Atlântico, área do Olho D´Água, moveu uma ação de despejo na 16ª Vara Cível de São Luís contra a imobiliária Cantanhede & Cantanhede Ltda. Lenita Bello solicita a devolução do imóvel, que, segundo ela, está sendo cedido à campanha eleitoral do peemedebista de forma irregular. O pedido, que foi feito à Justiça no dia 19 de agosto, inclui, também, pagamento do valor de mensalidades correspondentes ao uso da casa.

Localizado na Rua Albatrozes, 05, Parque Atlântico, o comitê de Lobão Filho foi inaugurado nos primeiros dias de campanha. No entanto, a proprietária afirma na ação que a utilização do imóvel para a campanha fere o contrato feito entre ela e a imobiliária.

Antes de ser cedida à campanha de Lobão Filho, a casa foi alugada por três anos à imobiliária Cantanhede & Cantanhede. O contrato venceu em 4 de julho de 2014 e a proprietária afirmou não ter interesse em renovar o aluguel.     

Segundo Lenita, ao pedir as chaves do imóvel aos empresários Valter e Wemerson Cantanhede, estes não as repassaram. Dias depois, ela foi informada de que o imóvel seria usado na campanha do PMDB. A proprietária disse que procurou a coordenação da campanha de Lobão Filho para reaver a posse do imóvel, mas foi informada de que nele já estava sendo montada toda a estrutura de campanha do candidato apoiado pelo governo, e que teve a informação de que a casa teria sido doada pela imobiliária à campanha. Ela informou à Justiça não ter nenhum contrato vigente com a empresa ou com a campanha de Lobão Filho.

“Isso é uma invasão. A casa está um pardieiro. Está lá, com o comitê, mas invadiram, porque não cedi o imóvel nem para a empresa nem para a campanha”, disse Lenita.

Além do pedido de despejo, Lenita Belo pede o ressarcimento dos débitos anteriores, que somam R$ 52.372,58.

A ‘doação’ do comitê não está registrada na primeira parcial da prestação de contas apresentada pela coligação de Lobão Filho à Justiça Eleitoral, disponível para consulta no site do Tribunal Regional Eleitoral.

Além destes pedidos, Lenita afirma que a empresa que alugou seu imóvel por três anos deixou de pagar o IPTU à Prefeitura de São Luís. O débito com o imposto municipal, segundo a proprietária, é de R$ 22.373,00.

Contrato de comodato – Procurada pelo Jornal Pequeno, a assessoria de imprensa do candidato do PMDB informou que “há um contrato de comodato da Imobiliária Cantanhede&Cantanhede com a campanha do senador Lobão Filho. “Recebemos em doação o contrato de comodato da empresa para a campanha. O contrato está vigente e dentro da legalidade”, garantiu a assessoria.

A campanha não achou necessário comentar a relação existente entre a dona do imóvel e a imobiliária, alegando que o candidato a governador não é a parte da ação ajuizada na Justiça estadual.

“A ação ajuizada na 16ª Vara Cível da Capital diz respeito tão somente à proprietária do imóvel e à empresa imobiliária”, concluíram os assessores de Lobão Filho.

Pula-pula: Rogério Porcão participa da Caminhada da Mudança em Centro Novo

Depois de Edilázio Junior (PV), que pintou quase todos os muros da Maioba com pedidos de voto para Flávio Dino (PCdoB), o deputado estadual Rogério Cafeteira, vulgo "Porcão", participou da Caminhada da Mudança, no último dia 24, ao lado de aliados do comunista no município. O último a sair apague a luz!

Depois do sarneyzistas Carlinhos Florêncio (PHS) e Edilázio Junior (PV) – que pintou quase todos os muros da Maioba com pedidos de voto para Flávio Dino (PCdoB) – o deputado estadual Rogério Cafeteira (PSC), também conhecido como “Porcão”, participou da “Caminhada da Mudança”, no último dia 24, ao lado de aliados do candidato comunista no município de Centro Novo do Maranhão. “Prometeu e cumpriu” o que disse a um parlamentar da oposição em julho. O último a sair apague a luz!

Othelino Neto diz que não aceita desviar foco do “escândalo da mala preta”

othelino netoEm resposta a provocações de governistas, o deputado estadual Othelino Neto afirmou, na sessão desta terça-feira (19), que a bancada de oposição quer discutir, sim, a questão da greve dos professores de São Luís, no entanto não aceita desviar o foco das investigações sobre a denúncia de suposto suborno e propinagem contra o governo do Maranhão, que envolve a empresa Constran.

Segundo o parlamentar, a negociação com a categoria do magistério da capital está em andamento e o prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Jr, está empenhado em resolver a situação.

Para Othelino Neto, a greve dos professores é um assunto da maior importância é e a questão tem que ser resolvida o quanto antes. Ele disse que a negociação não parou e que o prefeito é um homem de postura, um político aberto, reconhecido pela sua capacidade de dialogar.

O parlamentar disse que a Assembleia pode discutir o assunto da greve à exaustão, muito embora a Câmara Municipal de São Luís, que deve ser intermediária no processo de negociação, seja o ambiente onde a questão deve ser discutida, mas não pode deixar de lado o caso Constran, que evidenciou um suposto esquema de suborno contra o governo, envolvendo, inclusive, a governadora Roseana Sarney.

“A Polícia Federal investiga altos membros da cúpula do governo do Maranhão por envolvimento com o recebimento de propina. Então, nós não podemos tapar o sol com a peneira”, comentou.

Othelino lembrou que a Oposição tem um pedido de Comissão Parlamentar de Inquérito, para a qual coleta assinaturas, e reiterou que a bancada não tem medo de discutir nada.

“A governadora foi pega na mentira. Ela disse que pagou o precatório da Constran por ordem judicial e o Tribunal de Justiça disse que não determinou nada. Eu quero que vocês aprovem, bancada governista, o requerimento de convocação dos secretários para possibilitar que eles se expliquem aqui nesta Casa e vamos assinar a CPI”, assinalou.

Marina Silva afirma que Bira do Pindaré é seu deputado estadual no Maranhão

bira marina

A candidata a presidente da República Marina Silva (PSB) declarou seu apoio para deputado estadual no Maranhão. Em inserção de TV e rádio na propaganda eleitoral gratuita veiculada desde a semana passada, Marina pede voto para Bira do Pindaré (PSB) 40100.

Marina reconheceu o mandato e militância política de Bira sempre comprometido com a defesa dos direitos humanos e com o desenvolvimento sustentável. A candidata também destacou que a transformação na política se faz elegendo pessoas com o engajamento social do deputado Bira.

A inserção de Marina pedindo voto para Bira foi ao ar, pela primeira vez, na última sexta-feira (22) e será reprisada nesta quarta-feira (27). De acordo com a pesquisa de intenções de voto do IBOPE a candidata Marina Silva está em segundo lugar com 29% e se o segundo turno fosse hoje, ela venceria as eleições com 45% dos votos.

Desesperado, Edilázio adere a Flávio Dino em Paço do Lumiar

De nada adiantou o deputado estadual Edilázio Junior (PV) enviar nota reafirmando o compromisso com a candidatura de Edinho Lobão (PMDB), depois ter montado comitês em apoio a Flávio Dino (PCdoB) na zona rural.

No município de Paço do Lumiar, região metropolitana de São Luís, a campanha do genro da desembargadora Nelma Sarney continua a esconder Edinho e pedir votos para o candidato a governador da oposição.

É o que mostram as diversas fotos abaixo, registradas por leitores do Marrapá nos bairros da Pindoba, Maioba e na Vila São José.

edilazio1 edilazio2 edilazio3 edilazio6 edilazio7 edilazio9

Cleide Coutinho confirma a candidatura de Humberto e denuncia estelionato eleitoral

unnamed (2)A deputada Cleide Coutinho (PSB) ocupou a tribuna da Assembleia Legislativa, para confirmar que apesar de sua candidatura ter sido deferida por seis votos a zero pelo TRE, o candidato do seu grupo político para representar o povo de Caxias e o Estado do Maranhão, é o ex-prefeito Humberto Coutinho. Desse modo reafirmou que não será candidata nessas eleições.

A parlamentar comentou que durante todo o final de semana participou de reuniões políticas, caminhadas e carreatas em  vários municípios, onde prefeitos, lideranças e milhares de eleitores declararam apoio ao candidato a governador, Flávio Dino (PC do B) e ao  candidato à deputado Estadual, Humberto Coutinho.

Em Aldeias Altas, os candidatos Flávio Dino e Humberto Coutinho receberam o apoio do jovem líder político, Magno Bacelar Júnior e de sua mãe, Senhora Fernanda Bacelar. A deputada em seu pronunciamento fez referência ao futuro politico promissor do jovem Magno, que demonstrou ideal e aptidão politica. Com o mesmo entusiasmo, a comitiva composta também pelo candidato a vice governador, deputado federal Carlos Brandão e pelo ex governador e candidato a deputado federal José Reinaldo, foram recebidos em Colinas pelo ex  prefeitos Zé Henrique Brandão e em São Domingos pelo Prefeito Tratorzão,  que transformaram as inaugurações dos respectivos comitês em verdadeiros comícios, a exemplo do grande comício que aconteceu em Caxias, no último sábado.

ESTELIONATO ELEITORAL

No pronunciamento, a deputada Cleide Coutinho também denunciou a ausência de critérios e a disparidade no repasse de R$ 70 milhões do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), para vários municípios, não sendo, entretanto contemplando nenhum município cujos prefeitos não apoiam o candidato a Governador do grupo politico da governadora Roseana Sarney.

A parlamentar deixou claro que não é contra os municípios receberem recursos para investimentos na saúde, até mesmo porque a população precisa e merece. “Queremos saber é qual foi o critério que o Governo do Estado adotou para repassar esses R$ 70 milhões. Isso sim, caracteriza um estelionato eleitoral”, denunciou.

De posse de documentos, a deputada mostrou  que Bom Jesus das Selvas (com 28 mil habitantes) recebeu R$ 700 mil; Miranda do Norte (com 24 mil habitantes) recebeu R$ 9,3 milhões,; Cedral (com 10 mil habitantes) recebeu R$ 800 mil e São Luis Gonzaga (com 20 mil habitantes) recebeu R$ 1 milhão.

Enquanto isso, as cidades que não apoiam a candidatura oficial do governo, nada receberam, como exemplo citou Caxias que (160 mil habitantes) nada recebeu desse repasse de 70 milhões. Ao contrário, teve infelizmente perda de R$ 50 milhões da saúde, retirados pela governadora Roseana Sarney, ao longo do seu governo.

Também citou que os munícios de Timon (com 150 mil habitantes), São Mateus (com 29 mil habitantes), Santa Inês (com 87 mil habitantes) e São Domingos (32 mil habitantes), não receberam também nenhum centavo.

Concluiu seu pronunciamento, dizendo que essas injustiças vão acabar, pois com Flávio Dino no governo teremos um Maranhão que o povo merece e precisa.

Patetice do dia: Fiasca caminhada de Edinho Lobão em São Luís

caminhada edinho

Fracassou, na tarde desta terça-feira, a primeira caminhada do candidato da oligarquia Sarney a governador do estado.

O evento contou com a participação de menos de duzentos militantes, entre cabos eleitorais de Andréa Murad, Rodrigo Comerciário e do indeciso Edilázio Junior (vide os próximos posts). Dos 20 vereadores que confirmaram presença na passeata, apenas nove compareceram.

Edinho chegou à Praça João Lisboa com uma hora de atraso e percorreu a Rua Grande em menos de cinco minutos, sem cumprimentar ninguém, cercado apenas por correligionários, seguranças e assessores.

Durante todo o percurso, o suplente de senador ouviu críticas de lojistas e transeuntes. Além de vaiado, foi chamado de “Edinho 30”, “playboy” e “ficha-suja”.

Em frente à Biblioteca Benedito Leite, Lobinho fez um discurso rápido. Prometeu, fitando os olhos do irmão Luciano Lobão (da enrolada Construtora Hytec), que será o “primeiro governador empresário do Maranhão”.

No fim do ato, filiados ao PMDB sujaram e pisotearam o gramado da histórica Praça do Panteon, que está na fase de acabamento da reforma realizada pela Prefeitura de São Luís.

Escândalo da Mala Preta – Doleiro dá novo depoimento e revela detalhes de negociatas com grupo Sarney / Lobão

roseana-sarney-mentiraO depoimento do doleiro Alberto Yousseff está assombrando o Palácio dos Leões e casas de aliados. O inquérito que aponta a ligação do Governo Roseana Sarney, seus aliados ao esquema de corrupção e propina envolvendo o doleiro preso pela Polícia Federal já está de posse do Superior Tribunal de Justiça.

Desde que a contadora Meire Poza prestou depoimento e contou detalhes da negociata de propina que beneficiou o alto escalão do Governo Roseana com R$ 6 milhões e o doleiro com R$ 12 milhões, nada anda bem para as famílias Sarney, Murad e Lobão.

Em Brasília, já circulam as informações de que o doleiro Alberto Yousseff revelou os detalhes da negociação com o grupo Sarney, Murad e Lobão para receber a quantia milionária. As tratativas entre o doleiro e os representantes do Governo Roseana duraram seis meses, segundo relatório da Polícia Federal apresentado pela imprensa nacional.

Alberto Yousseff foi preso em São Luís no início de 2014, no Hotel Luzeiros, acusado pelo crime de lavagem de dinheiro. O caso envolve ainda gente grande da Petrobras, como o ex-diretor da empresa – Paulo Roberto Costa – que veio ao Maranhão homologar o último estelionato eleitoral da família Sarney.

Nos últimos dias, a imprensa nacional noticiou que Alberto Yousseff também optaria pela delação premiada e revelaria mais detalhes sobre o escândalo que está assustando o Governo Roseana. O pagamento do precatório da Constran – dívida reconhecida no Governo de Edison Lobão, em 1993.

Informações da capital detalham ainda que a Polícia Federal busca a peça-chave da história: o assessor especial do Governo Roseana, Nilton Durans. Foi ele o responsável por buscar a mala preta deixada por Yousseff na recepção no dia de sua prisão.

A trama, pelo visto, vai envolver muito mais “peixe grande” do grupo Sarney. É esperar pra ver!