Coordenadora da campanha de Dilma se reúne com aliados de Flávio Dino

berenice-gomesA petista Berenice Gomes, coordenadora geral da campanha do PT no Maranhão, acaba de se reunir com os partidos da coligação de Flávio Dino (PCdoB) a governador para definir as estratégias da campanha da presidente Dilma Rousseff no estado.

As primeiras informações dão conta de que a petista encontra-se agora na sede do PCdoB, em São Luís, reunida com o presidente estadual do PCdoB, Márcio Jerry, e com os representantes do PP, PDT e PT.

O diálogo entre as lideranças oposicionistas e a representante de Dilma no estado ocorre no mesmo dia em que o presidente nacional do PT, Rui Falcão, confirmou que a candidata à reeleição virá ao Maranhão, justamente para não subir no palanque do candidato da oligarquia, Edinho Lobão (PMDB).

Lideranças do PT ouvidas pelo Marrapá confirmaram, há pouco, que a presidente teme ser associada às falcatruas de Edinho, além de não esconder de ninguém a preferência por ver Flávio Dino governando o Maranhão a partir de 2015.

João Alberto “Carcará” confirma que PMDB financia ações contra a prefeitura

rainha-da-inglaterra-joao-alberto2

Blog do Clodoaldo Correa

O Senador João Alberto confessou que foi o PMDB que articulou o movimento dos cooperativados realizado na porta da prefeitura com o caixão. Em reunião com ex-cooperativados da Multicooper, na sede da FETIEMA, na Praça da Bíblia, na última segunda-feira(28), o senador admitiu que o PMDB e ele próprio estavam por trás da manifestação. João Alberto já prepara o mesmo modus operante para manifestação dos professores grevistas de São Luís nesta quinta-feira (31).

“À distância participei do movimento de vocês na porta da prefeitura. Passei várias noites lá. Geralmente, eu voltava para dentro do meu carro e seguia”, disse o senador peemedebista ao lado de Fábio Câmara (PMDB), que ficou conhecido como Fábio Caixão por conta do episódio.

O senador diz ainda que seu nome não pode aparecer para que não digam que o movimento é político.

“Naquele momento, era necessário que se tivesse na porta da Prefeitura, no mínimo, 500 pessoas, pai, filho, a mulher”, afirmou Alberto, pedindo votos para Fábio Câmara e seu filho João Marcelo. “Eu vou me despedir. Está entrando em meu lugar meu filho João Marcelo. Parece muito comigo. Trabalha há muito tempo comigo. Eu acho que ele não vai me decepcionar”.

João Alberto deixa clara a politização das ações arquitetadas contra a prefeitura de São Luís. Os professores da rede municipal também preparam manifesto nesta quinta-feira com o apoio dos caciques do PMDB.

Clique aqui e ouça o áudio completo no blog do Gilberto Lima

Zé Luis Lago tem candidatura deferida

Zé Luis: candidatura deferida.

Zé Luis: candidatura deferida.

O Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão acaba de deferir, por unanimidade, o registro de candidatura de Zé Luís Lago (PPL) para o cargo de governador do Maranhão. 

A candidatura de Zé Luís havia sido impugnada por Antônio Ferreira Martins, candidato ao cargo de deputado federal pelo PMN, sob alegação de que ele não possuía filiação partidária há mais de ano da data da eleição, não preenchendo a condição de elegibilidade. 

O irmão do ex-governador Jackson Lago (PDT) defendia-se argumentando que estava devidamente filiado ao PPL e que a situação constante nos sistemas da Justiça Eleitoral não o exclui do quadro de filiados, apresentando documentos que comprovavam a sua filiação ao partido deste novembro de 2011.

“Não vejo prova de que José Luís não esteja filiado ao PPL. Pelo contrário, o que se percebe é que, de fato, há somente alguma pendência menor, pois a própria Justiça Eleitoral declara que o candidato encontra-se filiado, mesmo porque ninguém alheio aos quadros de um partido pode ser presidente estadual da agremiação”, destacou em seu voto o desembargador eleitoral Daniel Blume, relator do processo. 

Waldir Maranhão quer maior punição para diretor que permitir preso ao celular

Waldir que maior rigidez para coibir o uso de celulares em presídios

Waldir que maior rigidez para coibir o uso de celulares em presídios

O deputado federal Waldir Maranhão quer andamento mais rápido para o Projeto de lei que aumenta a pena para diretores de presídios que de alguma forma facilitem o uso de celulares aos presos. A Câmara dos Deputados analisa o Projeto de Lei 6701/13 que aumenta a pena para o diretor de penitenciária ou agente público que deixar de cumprir seu dever de vedar o acesso do preso a aparelho telefônico, de rádio ou similar, que permita a comunicação com outros presos ou com o ambiente externo.

Para Waldir Maranhão a utilização de celulares ou outros tipos de comunicação permitidos indevidamente aos presos é um problema nacional, mas que atinge de forma violenta a população maranhense. O deputado federal lembrou a morte da menina Ana Clara queimada em um ônibus nas ruas de São Luís. “Entre os diversos crimes comandados de dentro dos presídios do Maranhão, e em especial o de Pedrinhas, está à ordem de queimar ônibus nas ruas, e foi o que aconteceu em São Luís, uma tragédia que matou uma inocente, por conta da falta de habilidade administrativa ou pura negligencia da direção do presídio e do governo estadual,” critica Waldir Maranhão.

Atualmente, o Código Penal prevê no Decreto-Lei 2.848/40, a detenção de três meses a um ano para esse crime. A proposta prevê pena de reclusão de dois a quatro anos para o diretor omisso, mais multa.

Para Waldir Maranhão a necessidade de ampliar a pena para os diretores infratores é urgente, já que considera que a pena prevista hoje é insignificante. “O crime intencional ou por omissão do diretor do presídio não é uma infração leve, é um crime grave, pois o acesso de presidiários à comunicação põe toda a sociedade em perigo. Os presos, inclusive os de alta periculosidade, apesar de estarem detidos, separados da sociedade e cumprindo pena, continuam a comandar o crime”, explica Waldir Maranhão.

O aumento da pena para os diretores que permitirem comunicação externa dos presos será analisado pelas comissões de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado; e de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara dos Deputados. Em seguida, será votada pelo Plenário da Casa.

Mirante e Rádio Timbira gerarão a propaganda eleitoral

miranteeNesta quarta-feira, 30 de julho, a Comissão de Juízes Auxiliares do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão, responsável por fiscalizar a propaganda, realizou audiência pública para escolher as emissoras geradoras da propaganda eleitoral no rádio e na televisão. Ainda durante o ato, foi elaborado o plano de mídia referente às eleições 2014.

A audiência foi presidida pelo desembargador Raimundo Barros (presidente da Comissão), que estava acompanhado da juíza Maria José França Ribeiro e do procurador Thiago Ferreira de Oliveira (regional eleitoral substituto). “A legislação prevê que façamos a convocação de partidos políticos, coligações, emissoras de televisão e de rádio com abrangência no estado para que, entre eles, sejam definidas as emissoras geradoras e feito o sorteio da ordem de veiculação para cada cargo”, explicou Barros.

Após manifestação de representantes de partidos e de advogados, a TV Mirante foi escolhida por consenso para ser a emissora geradora da propaganda na televisão. Já a Rádio Timbira foi escolhida por sorteio para gerar a propaganda no rádio. De acordo com o artigo 41 da Resolução 23.404 do TSE, os programas de propaganda eleitoral gratuita devem ser gravados em meio de armazenamento compatível com as condições técnicas da emissora geradora.

Pela ordem, a coligação “Todos pelo Maranhão” abrirá a propaganda no rádio e na televisão para o cargo de governador com o tempo de 5’59’’87, seguida pela “Pra Frente Maranhão” – que tem 9’28’81, Partido Socialismo e Liberdade (1’11’’35), Partido Pátria Livre (1’6’’67), Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado (1’6’’67) e Partido Comunista Brasileiro (1’6’’67).

Fraude em vestibular de Medicina é constatada no Maranhão pela PF

Do G1, com informações de O Estado do MA

Uniceuma, a única instituição particular que oferece o curso de Medicina no estado, já

Uniceuma (foto), UFMA e UEMA são as únicas instituições a oferecer o curso de Medicina no Maranhão.

A Superintendência Regional do Maranhão da Polícia Federal confirmou nessa terça-feira (29) a existência de fraude em processos seletivos – aplicados entre os anos de 2010 e 2014 – de instituições de ensino superior do Estado que ofertam vagas nos cursos de Medicina. Segundo a PF, um dos autores da ilegalidade já foi identificado .

Com base nas investigações, além dos golpistas, a PF já identificou também as pessoas que compravam vagas de Medicina nas instituições de ensino e confirmou que era cobrado até R$ 100 mil por candidato. Ainda segundo a polícia, pela participação no golpe, cada beneficiado deverá responder por formação de quadrilha e falsidade ideológica.

A PF no Maranhão apura ainda novas informações sobre o caso em parceria com o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado do Ministério Público Estadual do Estado do Piauí. Segundo as investigações policiais, na primeira etapa da fraude um golpista – de posse de documentos falsos – se passava pelo candidato que pretendia comprar a vaga. Uma segunda pessoa, também contratada para participar da fraude e com alto nível de conhecimento, se submetia à prova no lugar do candidato verdadeiro.

Ainda segundo a PF, na etapa seguinte do golpe os fraudadores faziam uso de pontos de voz instalados nas carteiras das salas onde eram aplicadas as provas para que o suposto candidato recebesse as respostas do gabarito.

Em janeiro de 2013, a PF revelou a existência de fraude semelhante no acesso de interessados em cursos de Medicina de universidades situadas em seis estados do país, incluindo o Maranhão. Por meio de interceptações telefônicas com registros de conversas de novembro de 2011, um aluno, que estava na ocasião se submetendo ao processo seletivo para uma vaga no curso de Medicina em uma universidade do Maranhão, foi flagrado recebendo – por meio de ponto eletrônico – o gabarito oficial da prova. À época, o Ministério da Educação (MEC) informou que as pessoas apontadas como responsáveis ou envolvidas no crime seriam punidas com a cassação do diploma, caso tivessem concluído o curso.

Presidente do PCdoB faz a primeira doação da campanha “Ajude o Maranhão a derrotar o Sarney”

photo

Márcio Jerry, presidente estadual do PCdoB e um dos coordenadores da campanha de Flávio Dino para governador, deu o pontapé inicial da campanha “Ajude o Maranhão a derrotar o Sarney”. 

Há pouco, no Twitter, o comunista postou o registro da primeira doação para a campanha eleitoral do candidato da coligação Todos pelo Maranhão.

O lançamento oficial do site para arrecadar as contribuições será durante o firmamento do “Pacto por um IDH Justo”, em São Luís, às 18h.

As doações serão recolhidas em conformidade com o que determina a legislação eleitoral e fiscal no Brasil.

A página eletrônica também vai recrutar voluntários interessados em fiscalizar as eleições deste ano no estado.

Dois órgãos federais desmentem acusações de Edinho Lobão contra Flávio Dino

edinho-lobao6Dois órgãos do Governo Federal emitiram nota na última terça (29) para desmentir acusações feitas em relação à passagem de Flávio Dino pelo Governo Federal. Candidato a governador pela Coligação “Todos pelo Maranhão”, Dino tem sido alvo de acusações por parte da campanha da coligação “Pra frente, Maranhão” através do site oficial da campanha de Edinho Lobão Filho (PMDB) e do jornal pertencente à família Sarney, grupo que apoia a candidatura do peemedebista.

A Controladoria Geral da União, através de Certidão, afirmou que “NÃO CONSTA processo aberto no âmbito da CGU ou a existência de parecer técnico pela irregularidade das contas do Senhor FLÁVIO DINO DE CASTRO E COSTA, no tocante ao período em que exerceu o cargo de presidente da EMBRATUR”. A nota foi enviada dois dias após o jornal da família Sarney afirmar que a CGU estaria investigando a passagem de Dino pela presidência da Embratur.

A suposta investigação foi amplamente utilizada pelos meios de comunicação que apoiam a candidatura de Edinho Lobão ao Governo do Estado, em relação a um contrato anterior à gestão de Dino no Governo Federal. Ao tomar posse como presidente da autarquia, Dino determinou a realização de auditorias em todos os contratos existentes no Instituto em parceria entre a equipe técnica da Embratur e a CGU.

Outra nota emitida na tarde de ontem foi publicada pela própria Embratur, que afirmou ter acionado a Procuradoria Federal do Instituto para investigar as tentativas de relacionar o órgão a denúncias não comprovadas. Segundo a Nota de Esclarecimento divulgada pelo Instituto, todo o uso indevido da Embratur no processo eleitoral já está sendo alvo de investigações por parte do Governo Federal.

Flávio Dino foi presidente da Embratur de 2011 a março de 2014 e foi responsável pela condução de importantes eventos de destaque internacional. Durante sua passagem ocorreram a Copa das Confederações (2013) e a Jornada Mundial da Juventude da Igreja Católica (2013), bem como toda a logística de preparação para a realização da Copa do Mundo de 2014.

A gestão de Flávio Dino destacou-se por bater recordes anuais, tanto no aumento do fluxo do turismo internacional no país que ultrapassou a marca de 6 milhões de visitantes em um único ano e também a arrecadação com o turismo internacional. Em 2013, o Brasil chegou a faturar R$ 14,5 bilhões com turismo internacional, responsabilidade da pasta gerida por Dino. 2013 foi o melhor ano da história do turismo brasileiro.

Othelino inaugura comitê em São Luís e lança candidatura a deputado

O deputado estadual Othelino Neto (PCdoB) lança, oficialmente, sua candidatura à reeleição na Assembleia Legislativa e inaugura comitê de campanha, em São Luís, nesta quarta-feira (30), às 18h, na Avenida Jerônimo de Albuquerque, Vinhais, ao lado do Eletro Mateus e próximo ao Posto Brasil.

O evento político contará com a presença do candidato ao governo do Estado pela coligação “Todos pelo Maranhão”, Flávio Dino (PCdoB).

Flávio Dino gravou vídeo convidando a todos para se fazerem presentes na inauguração do comitê e lançamento da candidatura de Othelino à reeleição.

A torre de Babel

Gênesis 11

a-torre-de-babel-de-pieter-bruegel-15631 No mundo todo havia apenas uma língua, um só modo de falar.

2 Saindo os homens do Oriente, encontraram uma planície em Sinear e ali se fixaram.

3 Disseram uns aos outros: “Vamos fazer tijolos e queimá-los bem”. Usavam tijolos em lugar de pedras, e piche em vez de argamassa.

4 Depois disseram: “Vamos construir uma cidade, com uma torre que alcance os céus. Assim nosso nome será famoso ­e não seremos espalhados pela face da terra”.

5 O Senhor desceu para ver a cidade e a torre que os homens estavam construindo.

6 E disse o Senhor: “Eles são um só povo e falam uma só língua, e começaram a construir isso. Em breve nada poderá impedir o que planejam fazer­.

7 Venham, desçamos e confundamos a língua que falam, para que não entendam mais uns aos outros”.

8 Assim o Senhor os dispersou dali por toda a terra, e pararam de construir a cidade.

9 Por isso foi chamada Babel, porque ali o Senhor confundiu a língua de todo o mun­do. Dali o Senhor os espalhou por toda a terra.