Debate: Edinho Lobão critica a Mirante, ensaia reza e vira piada na internet

Capturar

O candidato Edinho Lobão (PMDB) protagonizou os momentos mais hilários do debate na TV Mirante, realizado na noite desta terça-feira.

Com formato engessado, o programa não permitiu um confronto maior entre os candidatos, nem a discussão dos temas que acaloraram a pauta eleitoral da última semana – como o depoimento forjado do preso André Escórcio e o baculejo da Polícia Federal no avião de Edinho.

O candidato da oligarquia Sarney, no entanto, não fugiu à regra das participações anteriores e levou telespectadores e a plateia presente nos estúdios da Mirante às gargalhadas com seus gestos tresloucados e declarações contraditórias.

Ao questionar o oposicionista Flávio Dino (PCdoB) sobre o tema corrupção, Edinho, suando frio, levou a resposta na lata. “Não tenho nenhuma condenação nos tribunais. Sou ficha limpa. Diferente do meu adversário, que enfrenta processos por formação de quadrilha e falsidade ideológica, além de ter sido condenado duas vezes à prisão”, replicou o comunista.

Irritado, o peemedebista chegou a repreender a direção da emissora dos Sarney, ao ter dois pedidos de direito de resposta negados. O mediador do programa, jornalista Fábio William, explicou que o direito de resposta só seria concedido quando houvesse ofensas.

Nas considerações finais, Edinho Lobão se superou, ao balbuciar, de forma canhestra, uma reza confusa e farisaica. Agradeceu aos céus pela campanha, pedindo a Deus que ilumine o eleitorado maranhense no próximo domingo. A cena logo virou motivo de piada nas redes sociais.

Ao final do programa, o playboy de Brasília foi ignorado pelos repórteres e veículos de imprensa que deram cobertura ao evento. Dino, que lidera em todas as pesquisas divulgadas até o momento, foi o centro das atenções.

Flávio ganha direito de reposta após TV de Edinho divulgar vídeo forjado

preso

A Justiça Eleitoral concedeu nesta terça-feira (30) direito de resposta à campanha de Flávio Dino na TV Difusora e em dois blogs por causa da veiculação do vídeo com falsas acusações contra o candidato da Coligação Todos Pelo Maranhão.

No vídeo – que rapidamente se mostrou uma farsa –, um presidiário acusa Flávio de integrar uma quadrilha de assalto a bancos e tráfico de drogas. O detento confessou depois ter recebido promessas de dinheiro e regalias para mentir.

A TV Difusora, pertencente ao candidato Edinho Lobão, divulgou o vídeo diversas vezes, mesmo tratando-se de uma evidente farsa, conforme ficou provado.

A campanha de Dino entrou com pedido de direito de resposta. Após o Ministério Público Eleitoral se manifestar favoravelmente, o Tribunal Regional Eleitoral decidiu no mesmo sentido.

Calúnia e manipulação

Na decisão, a juíza Maria José França Ribeiro ressalta que, quando o vídeo foi divulgado, não se sabia quem era o preso e nem o local onde foram dadas as informações. Logo, o vídeo não tinha credibilidade alguma: “Até mesmo porque, como pontuou o Ministério Público Eleitoral em seu parecer, se mostraram essas afirmações insubsistentes, com forte suspeita de manipulação”.

A juíza acrescenta que faltou “mais cuidado quanto à mínima apuração da procedência das afirmações nele contidas, antes de sua ampla divulgação”.

“Ademais, o conteúdo do referido vídeo deixa patente seu viés calunioso, já que alguém não identificado, em circunstâncias obscuras, atribuiu ao representante [Dino] a liderança de uma quadrilha.”

Para a juíza Maria José França Ribeiro, ficou evidente o “grave prejuízo eleitoral que a divulgação, às vésperas de uma eleição e sem as precauções devidas, de uma notícia dessa natureza pode ocasionar à candidatura de quem quer que seja”.

Edinho Lobão dá calote e fecha comitê na 2ª maior cidade do MA

edinho

Trabalhadores da campanha se aglomeram em frente ao comitê tentando receber seus pagamentos .

Blog Carlos Gaby

A campanha de Edinho Lobão não existe mais em Imperatriz. Desde o começo da disputa eleitoral, o comitê do candidato da família Sarney enfrenta motins e protestos das equipes de rua e de motoristas de carros de som por falta de pagamento. Por várias vezes, o comando do comitê teve de acionar a Polícia para acalmar os ânimos dos trabalhadores e evitar quebra-quebra.

O comitê fechou as portas definitivamente e somente membros da coordenação podem entrar em suas dependências.

Na no final da tarde de ontem (segunda, 29), duas viaturas da Polícia Militar foram chamadas para conter um início de tumulto no comitê, que fica localizado na rua Coronel Manoel Bandeira, próximo à Praça da Cultura, na parte antiga de Imperatriz. Trabalhadores da campanha tentavam obter alguma informação. O clima ficou tenso e houve ameaça de invasão e depredação do prédio.

Líderes de equipes de rua revelam que dezenas de pessoas que trabalham para Edinho abandonaram a campanha sem receber pagamentos. Muitas estão retornando todos os dias ao comitê sob a promessa de que irão receber os atrasados até a eleição, domingo dia 5. Mas não é o que está ocorrendo. Mesmo os que estão sendo pagos, não estão recebendo integralmente.

Segundo relatos, há grupos que ainda não receberam a quinzena e pelo menos um não vê o dinheiro de seu trabalho tem mais de um mês. A revolta é geral.

Os carros de som estão sem circular tem cerca de vinte dias por falta de combustível. Proprietários dos veículos também não receberam o pagamento da locação dos carros. Os motoristas também não receberam os salários atrasados.

Vídeo

Nos bastidores, integrantes da equipe de coordenadores do comitê reclamam do “desprezo” por parte do comando central em São Luís. O desânimo é visível. Vários abandonaram suas funções e outros admitem abertamente a derrota de Edinho – em Imperatriz, Flávio Dino deve obter grande votação, impondo uma vergonhosa derrota ao candidato da família Sarney.

Em um vídeo gravado de um celular e vazado nas redes sociais, uma funcionária do comitê tentar acalmar mulheres que trabalhavam nas equipes de rua. Ela admite que as equipes da coordenação estão “sofrendo a mesma pressão” e diz que não que também “nunca nenhum um centavo” desde o início da campanha.

Revela que “a gente não estava trabalhando aqui no comitê” e tenta justificar: “Mas a gente tava trabalhando para fechar as contas, para saber quanto que tinha para pagar até o final da campanha, quanto que a gente tem passar pra lá [o comando central em São Luís] pra saber quanto eles vão mandar. E a gente não tem outra coisa pra dizer… Estou aqui dando meu sangue. Minha casa e minha vida tá toda por conta. Eu nunca recebi um centavo até hoje, e eu não sou candidata a nada, eu sou uma pessoa comum como vocês. Uma mãe de família comum como vocês, que tem contas a pagar, que tem serviço a prestar. Então eu sei que é difícil, que as palavras não vão encher barriga, que palavra não vai pagar contar”.

Se eleito, Gastão Vieira pode ser cassado por abuso de poder político

gastao-vieiraNo que depender da Justiça Eleitoral, o candidato a senador do grupo Sarney, Gastão Vieira (PMDB), poderá ter o eventual diploma cassado, caso seja eleito, pela acusação de abuso de poder político e a prática de conduta vedada.

Na edição do último domingo (28), o Jornal Pequeno publicou trechos de uma reunião do Conselho de Gestão Pública do Governo do Maranhão (Congep), ocorrida na segunda-feira retrasada, nas dependências do Palácio dos Leões, onde foram traçadas estratégias para favorecer a eleição de Gastão para o Senado Federal.

A reunião fora conduzida pela secretária da Casa Civil do governo Roseana Sarney, Ana Graziella Freitas, que cobrou mais empenho do secretariado para reverter os baixos índices apresentados pelos candidatos majoritários apoiados pelo Palácio dos Leões.

A certa altura do encontro, Ana Graziella autorizou a secretária-adjunta de Educação, Conceição Andrade, a tratar sobre temas como a compra de votos e o uso da máquina estadual em favor da eleição de Gastão Vieira.

“Nós temos o Senado na nossa mão, gente. Sabe o que é o Senado? São 8 anos lá dentro. Junto com o Governo Federal ajudando o Estado do Maranhão. Nós temos que fazer Gastão. Nós temos que fazer Gastão. Então, nós temos que sair daqui, dessa reunião de hoje, pra fazer isso. Entendeu?”, cobrou a secretária adjunta. Ouça abaixo:

Na manhã desta terça-feira (30), a oposição já entrou com uma representação por conduta vedada contra as candidaturas de Edinho e Gastão Vieira, pelo uso ilegal de um veículo de transporte escolar para carregar os materiais de campanha da coligação “Pra Frente, Maranhão”.

Nas próximas horas, a coligação oposicionista deve entrar com uma nova representação, denunciando a participação ilegal da cúpula governista na campanha eleitoral de Gastão Vieira, que poderá resultar na cassação do diploma do peemedebista e deixá-lo impedido de concorrer novamente por oito anos.

Bira do Pindaré diz que Roseana só entregou o Pam Diamante após muita denúncia

bira do pindare

Após oito anos fechado e outros cinco em reforma, a Governadora do Maranhão reinaugurou, nesta segunda-feira (29), o Hospital PAM Diamante. O deputado estadual Bira do Pindaré (PSB), durante os quase quatro anos do atual mandato vinha denunciado diuturnamente o descaso da Governadora com a saúde Pública e com a “reforma” do PAM Diamante.

O parlamentar inclusive utilizou inserções na Propaganda Eleitoral Gratuita para denunciar o abandono do Hospital. Em um breve pronunciamento após a reinauguração, a gestora afirmou que não terá tempo para terminar a obra por completo e, portanto, deixará os acabamentos para seu sucessor.

Em pronunciamento na Assembleia Legislativa, Bira do Pindaré criticou duramente a Governadora pela demora na reforma, ressaltou que a população de São Luís ficou prejudicada e sem atendimento por muitos anos, enquanto era anunciada com pompa a construção de 72 hospitais, que nunca foram totalmente concluídos, pelo interior do Maranhão.

“Nós temos relatos de muitas pessoas que procuram essas unidades e não encontram funcionamento. Ou porque não tem médico, ou porque não tem um medicamento. Então, a transformação na saúde pública do Maranhão é uma grande enganação. Não existe efetivamente. O povo do Maranhão continua sendo obrigado a se espremer nas filas do Socorrão em São Luís, porque não tem as unidades regionais de alta complexidade no interior”, protestou Bira.

O socialista destacou a triste realidade das pessoas que moram no interior do Maranhão. Não existe atendimento ortopédico em cidades como Pinheiro, Chapadinha e Santa Inês. Os pacientes são transferidos para São Luís, ou até para Teresina, Belém ou Fortaleza, em casos extremos maranhenses procuram atendimento em Brasília ou Goiânia.

Para Bira, o Governo do Maranhão anunciou a reinauguração do PAM Diamante, na semana da eleição, para tentar justificar ações na área da saúde que não aconteceram no mandato da Governadora. “Este é o PAM que deveria estar aberto ao povo, mas infelizmente ficou cinco anos parado e agora fizeram a maquiagem e vão entregar alguma coisa para tentar justificar à população que o hospital está em funcionamento”, denunciou.

A colinha de Luis Fernando Silva

10718037_720706514676187_1046541329_n

Preferido – e preterido – da governadora Roseana Sarney para concorrer ao governo do Maranhão, o peemedebista Luís Fernando Silva disponibilizou uma “colinha” para entregar ao seu eleitorado cativo de São José de Ribamar.

No santinho improvisado, o correligionário de Edinho Lobão pede votos para Flávio Dino (PCdoB), Roberto Rocha (PSB) e Marina Silva (PSB), confirmando, assim, a sua intenção de se desligar do grupo Sarney após as eleições.

O último suspiro da oligarquia

lobinho1A oligarquia prepara um contra-ataque para evitar um fiasco maior do seu candidato a governador.

Centenas de milhares de panfletos foram impressos nas últimas horas, em uma gráfica de São Luís, para serem derramados em 127 municípios do Maranhão.

As peças individualizam as ações do governo Roseana Sarney nas cidades em que os prefeitos se recusaram a participar da campanha de Edinho Lobão (PMDB).

Nos céus do estado, aviões e helicópteros já transportam milhões em espécie, destinados à compra de votos no próximo domingo.

A Polícia e a Justiça Federal estão em alerta.

Evangélicos reforçam campanha de fé e esperança com Flávio Dino

evangelicos_juventude2Durante toda essa campanha, Flávio Dino reuniu importantes apoios em toda a sociedade maranhense. Entre ele, o dos evangélicos, que depositaram em Flávio a fé para mudar o Estado e melhorar as condições de vida do povo.

Flávio recebeu a adesão de várias denominações. Nos constantes encontros entre o candidato e as igrejas, foi firmado o compromisso de fazer uma parceria para projetos sociais e humanitários.

A confiança mútua foi tão grande que em agosto os evangélicos lançaram a Campanha Sou Cristão, Voto Flávio Dino. Centenas de lideranças e milhares de fiéis vêm se mobilizando em torno da candidatura de Flávio.

Davi e Golias

Há cerca de duas semanas, Flávio esteve com pastores e lideranças em São Luís. Na ocasião, ele lembrou que a política e a religião podem ser parceiras para ajudar na transformação. “Sou uma pessoa que tem muita fé”, afirmou, fazendo uma analogia com a história de Davi e Golias na Bíblia. “O Golias do Maranhão é esse quadro de pobreza, exclusão, negação de direitos básicos.”

“Eles têm escudo, lança e espada. Com órgãos de comunicação e todo o dinheiro do mundo. Mas temos fé para enfrentar Golias. Não é simples, mas juntos vamos enfrentando”, disse Flávio, sendo fortemente aplaudido pelos presentes.

Jovens

A campanha de Flávio também foi engrandecida pela juventude evangélica. No início de setembro, Flávio esteve no lançamento do projeto Mais Atitude, uma iniciativa para conscientizar, engajar e politizar os jovens.

Nas cidades que têm percorrido nesta campanha, Flávio também vem se reunindo com líderes e representantes religiosos, reforçando ainda mais os apoios.

Esta última semana da campanha de Flávio Dino foi aberta com um café da manhã com pastores, missionários, obreiros e ministros da capital e do interior. Foi um ato para reafirmar a esperança e a confiança na vitória da Onda 65.

Oposição entra no TRE contra Roseana e Edinho por uso de ônibus escolar

edinho-bus

Reportagem do Estadão flagrou o uso de um escolar pela campanha de Edinho Lobão.

A oposição entrou com representação no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) contra o candidato a governador, Edinho Lobão (PMDB), o candidato a vice-governador, Arnaldo Melo (PMDB), o candidato a senador, Gastão Vieira (PMDB), e contra a governadora Roseana Sarney (PMDB), por conduta vedada, em razão da utilização de um ônibus escolar para o transporte de material de campanha no comitê da coligação Pra Frente, Maranhão, localizado no Turú.

O abuso foi denunciado no último sábado pelo jornal O Estado de São Paulo. Um vídeo obtido pela reportagem do Estadão mostra um veículo com a identificação do programa Caminho da Escola, do Governo Federal, sendo utilizado para espalhar propaganda eleitoral dos candidatos governistas.

Na representação, a coligação Todos pelo Maranhão argumenta que a governadora Roseana tem sido omissa na observância dos princípios que regem a Administração Pública, permitindo o abuso de poder político por parte dos seus aliados, destacando que ela já responde pela prática de conduta vedada em outras situações.

Os advogados da oposição entraram com pedido de liminar para suspender imediatamente o uso de veículos escolares pela campanha de Edinho e Gastão Vieira. A coligação também requer a aplicação de multa de R$ 5.320,50 a R$ 106.410,00 pelo cometimento da conduta ilícita.

De Playboy para playboy: Apresentadora da baixaria de Edinho Lobão posou para revista pelada

oi

Kátia Maranhão, apresentadora do programa eleitoral do candidato a governador Edison Lobão Filho (PMDB), já foi capa da revista Playboy,  na edição de abril de 1991.

Uma espécie de sósia da governadora Roseana Sarney (PMDB), usada para desferir ataques contra o oposicionista Flávio Dino (PCdoB), Kátia já chegou a apresentar o Casseta e Planeta, mas só ganhou notoriedade depois de mostrar a intimidade nas páginas da revista masculina.

Essa gosta de uma baixaria!